29/09/2019 0 comentários

PARACATU

Rio bom em tupi-guarani, Paracatu é cidade-polo do noroeste de Minas Gerais com mais de três séculos de existência.
Considerado Patrimônio Histórico Nacional e Cultural Brasileiro, em 2010, pelo IPHAN, Paracatu é a única cidade histórica do noroeste mineiro. Apresenta um núcleo histórico bastante conservado, onde estão 230 imóveis que compõem o patrimônio protegido. Destaques para o Museu Municipal, a Casa de Cultura e a Matriz de Santo Antônio construída em 1746.

Registros revelam que o antigo povoado surgiu entre 1690 e 1710, mas somente em 1798 que o Arraial de São Luiz e Sant’ Anna das Minas de Paracatu, como era conhecido, foi elevado à Vila.

Sua importância está diretamente ligada à exploração do ouro, sendo encontradas na região as últimas jazidas de ouro do estado. Sua localização foi estratégica no período das bandeiras, pois era ponto de convergência dos diversos caminhos que ligavam o litoral da Bahia, de Pernambuco e do Rio de Janeiro, às “minas gerais” e aos sertões de Goyaz.

Atualmente, o município possui cerca de 90 mil habitantes e destaca-se no cenário nacional pela alta produção agropecuária – soja, milho e feijão e criação extensiva de gado – e pela extração de minérios, em especial o ouro e o zinco.

Com um setor de serviços bem diversificado e com grande potencial turístico, Paracatu se consolidou nos últimos anos como referência cultural e acadêmica da região, com grande oferta de cursos técnicos e universitários voltados principalmente para tecnologia, engenharia e saúde.

Passear pelas ruas e becos históricos, visitar igrejas centenárias, Casa de Cultura, museu, conhecer cachoeiras ainda pouco exploradas por visitantes, e deliciar-se com saborosas quitandas como o pão de queijo, empadinha, desmamada e queijadinha, são algumas das melhores coisas a serem realizadas em Paracatu, a última fronteira do turismo em Minas Gerais.

VALE A PENA CONHECER PARACATU

HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM PARACATU.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório