28/09/2019 0 comentários

JANUÁRIA

Existem três versões que dão conta do surgimento do município. De acordo com a primeira versão, o nome da cidade é uma alusão ao atuante fazendeiro Januário Cardoso, que morava na região, e era proprietário da fazenda Itapiraçaba, localizada onde hoje se encontra o município.

Outras versões, porém, atribuem o nome a uma homenagem à Princesa Januária, irmã do Imperador Dom Pedro II, e, ainda, à escrava Januária que fugindo do cativeiro, teria se instalado no Porto do Salgado (atual cidade de Januária), estabelecendo ali uma estalagem, onde os barqueiros e tropeiros do povoado se encontravam.

O município se situa às margens do rio São Francisco, que oferece excelentes praias fluviais temporárias, pesca, cachoeiras, destacando-se também grutas de formação calcárea, com algumas pinturas rupestres. A presença do casario colonial na cidade pode ser observada na Avenida São Francisco e ruas transversais.

Januária, antigo povoado de Brejo do Salgado, com 150 anos de história, encanta os visitantes e a população local, não só por seus atrativos históricos e culturais, mas também por suas variadas belezas naturais. Terra de gente hospitaleira, já teve grande importância como porto e entreposto comercial nos tempos áureos da navegação a vapor no “Velho Chico”.

Atualmente, o município busca o seu desenvolvimento na prestação de serviços, no artesanato, na produção da cachaça de alta qualidade, no extrativismo de frutos e essências do cerrado, e, principalmente, no incremento da atividade turística.

Localizada no norte de Minas, às margens do rio São Francisco, Januária foi imortalizada no clássico da literatura brasileira “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa. No romance, o escritor descreve a cidadezinha de forma poética.

Na Casa da Memória do Vale do São Francisco estão amostras da rica cultura regional, repleta de folclore. Os aspectos singelos podem ser observados ao longo da avenida principal, com casario colonial e lojinhas de artesanato típico, como as carrancas. Na Casa da Memória do Vale do São Francisco estão amostras da rica cultura regional, repleta de folclore.

Atividades de lazer em contato com a natureza não faltam em Januária. O cenário variado oferece praias de águas doces, cavernas, grutas calcárias com pinturas rupestres, áreas de proteção ambiental e cachoeiras. Para brindar as aventuras, saboreie a tradicional cachaça produzida na região

VALE A PENA CONHECER JANUÁRIA

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM JANUÁRIA.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório