25/09/2019 0 comentários

ALEGRE

A população do município de Alegre é de 30.784 habitantes, seu território é bastante acidentado e elevado. A cidade de Alegre desenvolveu-se nas áreas planas e nas encostas suaves dos vales dos rios Alegre, Conceição e seus afluentes próximos. A cidade possui uma infra-estrutura urbana bem dotada, comércio forte e também sofre os problemas urbanos advindos do contínuo e crescente êxodo das áreas rurais do município e da região.

Entre as serras podem ser citadas as da Laranjeira, da Lesma, do Pombal, Grande, das Cangalhas ou Santa Catarina, da Abundância e Carneira; todas fazendo parte do sistema da Mantiqueira. A altitude varia de 120 a 1.320 metros.

A cidade possui vários atrativos turísticos que vale a pena visitar, tais como:

Cachoeira da Fumaça, localizada no interior do Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça, possui 140 metros de altura, atraindo milhares de visitantes devido à sua grande beleza cênica.

Cachoeira do Roncador, no distrito de Celina. Aproximadamente 87 metros de corredeiras que formam algumas piscinas naturais de águas límpidas e temperatura fria, permitindo uso para banho. É utilizada para prática de rapel e canyoning.

Cachoeira de Braúnas, próximo ao distrito de Rive. Possui 35 metros de queda, 2 piscinas para banho (incluindo uma para crianças), restaurante e toboágua. Fica a cerca de 15 quilômetros do centro da cidade. Está inserida em 6 mil metros quadrados de área verde. A Cachoeira está localizada há apenas 3 quilômetros da rodovia Cachoeiro X Alegre.

Cachoeira Alegre, local impróprio para banho, a cachoeira possui uma queda de 90 metros, é aproveitada para a produção de energia elétrica desde a década de vinte, através de uma antiga Usina que hoje ainda funciona graças a uma recente reforma.

Pedra do Pombal, possui uma via grampeada para rapel e escalada com 70 metros de altura. Ótima opção para prática de trecking. Tem, no total, 997 metros de altitude.

Alto da Serra, o mirante localizado à 6 km do centro da cidade (BR-482, sentido Celina e Guaçuí), fica a 600 metros de altitude, propiciando uma bela vista de Alegre. Possui um restaurante e área para estacionamento.

Festival de Alegre, o festival acontece todos os anos no fim da primeira quinzena de agosto, o Festival de Alegre que encerra as tradicionais festas religiosas em louvor a Padroeira do Município, Nossa Senhora da Penha, e que atrai um público de cerca 50 mil pessoas nos 4 dias do festival.

Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça, o Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça foi criado em 24 de agosto de 1984 e ampliado nos anos de 1990, quando então o Governo do Estado, atendendo uma demanda dos moradores dos municípios de Alegre, Guaçuí e Castelo e de outros Estados da Federação, desapropriou uma área de 27 ha, coberta basicamente de pastagem, mas que continha em seu interior a cachoeira do rio Braço Norte Direito ou Cachoeira da Fumaça, que atraía milhares de visitantes devido à sua grande beleza cênica.

O rio Braço Norte Direito além de contribuir com a beleza cênica do local, através da Cachoeira da Fumaça com seus 140 metros de queda, é um afluente do rio Itapemirim, abastecendo vários centros urbanos.

O Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça está localizado no Município de Alegre, distante aproximadamente 33 Km da sede municipal e 228 Km da capital do Espírito Santo. O acesso se dá por estrada pavimentada com calçamento de paralelepípedo, em perfeitas condições de tráfego de veículos de pequeno porte.

Horto, possui 27,6 hectares. O local é destinado ao estudo e preservação do meio ambiente. Possui um bosque reflorestado, inúmeras nascentes, apropriado para o lazer e o contato com a natureza. No Horto ocorrem ainda atividades que dizem respeito a produção de mudas de essências nativas e exóticas, educação ambiental e projetos universitários.

Túnel dos Ingleses de Cima, o túnel fazia parte da antiga Leopoldina Dailway. Foi construído com pedras sobrepostas e inaugurado em 1915. Possui 180m de extensão e 6m de altura.

Estação Ferroviária, foi construída na época áurea da produção de café, fazia parte da Estrada de Ferro Leopoldina. Na década de noventa passou por adaptações em seu espaço interior, especialmente a parte elétrica e hidráulica, para que pudesse abrigar a Biblioteca Municipal. Atualmente abriga o Instituto Histórico e Geográfico de Alegre, a Escola de Música Sain’t Clair Pinheiro e a Casa da Cultura.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha, a capela Mor de Alegre começou a ser construída em barro e madeira no ano de 1851, por iniciativa dos primeiros exploradores da região. Oficialmente, as terras do patrimônio de Alegre ficaram sobre responsabilidade da igreja com a condição de que esta doaria as terras à Nossa Senhora da Penha. Em 1868 o corpo da igreja foi edificado e a Capela Mor reparada. Novas ampliações foram realizadas entre 1914 e 1916 e também entre 1953 e 1968. Todas essas reformas resultaram num estilo barroco-gótico. A igreja de Nossa Senhora da Penha possui ainda magníficos vitrais retratando a vida de cristo e pinturas do Indiano Diwali.

VALE A PENA CONHECER ALEGRE

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM ALEGRE.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório