30/08/2019 0 comentários

MAZAGÃO - AMAPÁ

Em 1770 uma área às margens do rio Mutuacá, no moderno Estado do Amapá, foi escolhida para receber a população da então possessão portuguesa de Mazagão, em Marrocos, abandonada por ordem do Marquês de Pombal. O plano urbanístico da nova cidade ficou a cargo do arquiteto italiano Domingo Sambucetti. Um total de 340 famílias, algumas com escravos, chegaram a cidade de Belém em 1770 e em 1773 foram para Nova Mazagão. É certo, todavia, que algumas famílias continuaram ainda na capital ou foram para outros locais do interior, embora a ordem fosse de destino geral para a nova povoação.

O povoado também serviu de apoio militar à Vila de Macapá, que surgiu ao redor da Fortaleza de São José do Macapá, e á Vila Vistoza da Madre de Deus.

Em 1783 houve uma grande epidemia. Os moradores sobreviventes conseguiram, com a Viradeira, em 1783, libertar-se de não poder abandonar o local e migrar para onde quisessem.

O sofrimento das famílias, muitos cavaleiros fidalgos da Casa Real, ainda era marcante em 1801, já que registraram queixa ao príncipe regente, D. João VI, para o pagamento imediato de tenças e moradias atrasadas.

No fim de 2006, o local das ruínas da cidade começou a ser escavado por arqueólogos da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), chefiados por Marcos de Albuquerque. As escavações revelaram os alicerces de uma igreja com cerca de 40 metros de comprimento.

Nesta época, próximo a essas ruínas ainda persistia um povoado chamado Mazagão Velho que celebrava a festa de São Tiago, onde é revivida a luta contra os mouros (a luta verdadeira e secular dos habitantes do antigo cidade de Mazagão em Marrocos). Este povoado remanescente fica a 30 km da sede do município, hoje chamada de Mazagão Novo, ou simplesmente Mazagão.

O Município de Mazagão foi criado pela Lei no 226, em 28 de novembro de 1890, está localizado ao sul do estado (Meso Região Sul). Com três distritos: Mazagão, Carvão e Mazagão Velho. Limita-se com os municípios: Santana, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Laranjal do Jari e Vitória do Jari.

VALE A PENA CONHECER MAZAGÃO

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM MAZAGÃO.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório