12/09/2019 0 comentários

SALGUEIRO

Dia 21 de dezembro de 1835 pela manhã, o Coronel Manoel de Sá saiu para fazer a vistoria na sua fazenda como de costume e ao entardecer regressando a sua casa sentou-se na sua cadeira para descansar.

O pequeno Raimundo de Sá, nono filho do casal não apareceu como de costume para sentar-se ao lado do pai, o Coronel estranhando sua ausência, o procurou pela casa, nos arredores e não o encontrou. O Coronel Manoel de Sá juntamente com os vaqueiros e alguns escravos, se embrenharam na caatinga para procurar o pequeno Raimundo.

Depois de dois dias e duas noites a procura do menino, exatamente no dia 23 de dezembro de 1835, um dos vaqueiros que integrava o grupo de busca organizado pelo Coronel, finalmente conseguiu encontrar o garoto são e salvo, brincando debaixo de um pé de Salgueiro ou, segundo outra versão sobre um formoso Umbuzeiro rodeado de Salgueiros, a aproximadamente 10 Km da sede da fazenda onde a família residia, fora dos limites da Boa Vista.

Salgueiro revela pontos interessantes para visitação, como a Igreja de Santo Antônio - Atualmente a igreja apresenta características ao gosto neogótico, com sua única torre central de cúpula piramidal, pináculos, óculo e adornos. Exceto as três portas de acesso, todos os demais vãos de iluminação, tanto na fachada principal quanto nas laterais, possuem vitrais com imagens de anjos e santos. Internamente sua nave possui pilastras com arcos plenos que dão passagem aos corredores laterais. O altar-mor forma um grande nicho ladeado por dói pequenos altares, tendo ao centro um crucifixo em madeira. No altar esquerdo encontra-se a imagem de Santo Antônio, e no direito Nossa Senhora da Conceição.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição - Singela capela construída em alvenaria. Sua fachada é composta por porta central e janelas com cercaduras. Na parte superior do frontão há um adorno em alto relevo com formato de estrela e em cima do mesmo uma cruz de cimento. Seu interior é composto de altar-mor com imagens de Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da Assunção e Santo Antônio e nos altares laterais, encontra-se imagens de São José, Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Serra do Urubu - Serra onde possui o ponto mais alto de Salgueiro com aproximadamente 854 metros acima do nível do mar. Possui no seu topo furnas e caldeirões nas pedras. Com sua vegetação densa e temperatura baixa, propicio a pratica de trilhas ecológicas e prática de esportes como o tracking, caminhada e escalada tem essa denominação devido á época da seca onde os riachos baixavam, as águas que ficavam povoadas de peixe e jacarés secavam e esses serviam de alimento para os urubus.

Serra das Princesas - Serra que possui no seu entorno e no topo uma grande variedade na sua vegetação como o Cedro, Barriguda, Catolé, Caroá, Mulungu e animais silvestres tais como macaco prego, saguis, onça parda. Possui uma formação rochosa que segundo os moradores durante a estiagem ela desaparece e só aparece quando começa o inverno possui ainda a temperatura baixa no seu topo o ano inteiro.

Pedra Preta - Pedra que possui nas suas laterais, caldeirões onde se acumula água para o consumo humano. Tem aproximadamente 50m de altura e 200m de diâmetro. Possui em seu entorno cerca de 5 caldeirões com profundidade incerta e no seu topo possui um cruzeiro em madeira com pedestal em alvenaria já degradado pelas intempéries.

Sítio Arqueológico do Sítio Paula - Pedras com espaçamento mais ou menos de 2km entre elas, onde encontram -se gravadas inscrições rupestres com uma espécie de tinta vermelha e que nos dão impressão de roteiro para os povos primitivos que passavam e habitavam a região.

Sítio Arqueológico Lagoa da Pedra - Local escavado para conter água durante a estiagem e onde foram encontrados pelos trabalhadores, diversos fósseis de animais pré-históricos identificados até então como o Tatu gigante, a Preguiça gigante e o Mastodonte, este último ainda necessita de informações precisas.

Casa da Cultura de Salgueiro - Construído no final do século passado, o sobrado de dois pavimentos funcionou por mais de meio século como o ponto comercial mais importante do sertão central. Atualmente abriga a Casa da Cultura de Salgueiro. A fachada principal apresenta três portas ao nível térreo, quatro janelas e uma porta avarandada na parte superior. Todos os vãos abertos são em vergas retas. Sua cobertura em duas águas é protegida por platibanda recortada e com adornos.

Há ainda outro inúmeros atrativos que podem ser visitados e que contam a história da cidade.

Vale a Pena Visitar Salgueiro!
VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM SALGUEIRO.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório