12/09/2019 0 comentários

AFOGADOS DA INGAZEIRA

O que caracteriza Afogados da Ingazeira são suas belezas naturais, as ricas manifestações da cultura popular presentes no município e um movimentado calendário de festas de rua. No artesanato, destacam-se as coloridas bonecas de pano, de várias formas e tamanhos. Praças, entre elas a de alimentação no centro. Uma grande variedade gastronômica, conta com diferentes bares, churrascarias, hotéis, e clubes aquáticos. Possui terminal rodoviário, aeródromo e uma ótima organização urbana.

Afogados da Ingazeira oferece belezas naturais e um artesanato que surpreende seus visitantes, com destaque para as tradicionais bonecas de pano de várias formas e tamanhos.

Um dos principais pontos turísticos da cidade é a Serra do Giz, em cujas encostas, encontram-se dezenas de desenhos rupestres. Uma verdadeira área para estudo, pesquisa e contemplação.

Histórico da Linha: A Estrada de Ferro Central de Pernambuco foi aberta em 1885, de Recife a Jaboatão, pela Great Western do Brasil, empresa inglesa que mais tarde viria a incorporar quase todas as ferrovias de Pernambuco, estendendo-se pelos Estados limítrofes. Aos poucos, a linha foi sendo estendida, somente chegando ao seu extremo, em Salgueiro, no ano de 1963, sem se entroncar com linha alguma na região. Antes disso, em 1950, a União incorporou a rede da Great Western, que passou a se chamar Rede Ferroviária do Nordeste. A EFCP passou a se chamar Linha Centro. Esta linha, que como toda a RFN passou a ser controlada pela RFFSA a partir de 1957, passou a ser operada por esta a partir de 1975. Em 1983, os trens de passageiros foram suprimidos e mantidos apenas no trecho entre Recife e Jaboatão, como trens de subúrbio. Atualmente (2005), de Jaboatão para a frente, a linha está abandonada, sem movimento ferroviário por parte da CFN, concessionária da linha desde 1997.

A Estação: A estação de Afogados da Ingazeira foi inaugurada em 1949. Foi a última das estações da linha a ser inaugurada ainda pela Great Western, que no ano seguinte entregou as linhas ao governo, que criou a Rede Ferroviária do Nordeste (RFN). Foi ponta de linha até entre 1954 e 1955, quando foi aberto o trecho seguinte até a estação de Flores. A estação foi desativada provisoriamente em 17/12/1996, quando todos os bens móveis foram inventariados para serem transferidos para o almoxarifado de Boa Viagem, no Recife, de acordo com documentos encontrados por Luiz Ruben F. de A. Bonfim, está em pé, sem uso conhecido. (Fontes: Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Fernando Pires, 10/2006; Estrada de Ferro Central de Pernambuco, Luiz Ruben F. A. Bonfim, 2002).

Durante os festejos de São João, a cidade se enche de barraquinhas pelas ruas, quando também é comemorada a emancipação do município. Nessa mesma época acontece o Festival Regional da Sanfona, uma das maiores festas de Afogados.

Vale a Pena Visitar Afogados da Ingazeira!
VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM AFOGADOS DA INGAZEIRA.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório