11/09/2019 0 comentários

CASCAVEL

Em Cascavel acontece a Feira de São Bento, a segunda maior feira ao ar livre do Brasil. É também a terra natal do empresário Edson Queiroz.

As terras às margens dos rio Choró e o rio Piranji, e a zona costeira da embocadurado rio Choró eram habitadas por diversas etnias indígenas, entre elas os Potyguara, os Jenipapo-Kanyndé, os Anacé, Jaguaribaras e tantas outras. Na época de Matias Beck, os neerlandeses instalaram uma peixaria nas margens dos rio Choró, na atual praia de Barra Nova.

Com a definitiva ocupação portuguesa do território do Ceará, depois do Tratado de Taborda, as terras do atual município de Cascavel receberam a visitas de missionários católicos da Missão Apostolada que tinham planos de construir um missão indígena que aglomerassem as diversas tribos indígenas e foram doadas as diversas famílias via as sesmarias.

A missão indígena nunca aconteceu, mas um templo foi construído: capela do reduto, dedicada a Nossa Senhora do Ó. Com o ciclo da carne-seca e charque, Cascavel se destaca como um entreposto comercial e de hospedagem entre Fortaleza, Aquiraz e Aracati, e devido a produção da cana-de-açúcar no solo fértil do município.

Um segundo templo construído foi a igreja Nossa Senhora da Conceição, em substituição a padroeira anterior, que mais tarde seria a igreja matriz. A redor da capela de Nossa Senhora do Ó, as fazendas de cana-de-açúcar e do comércio (Feira de São Bento) desenvolveu-se o atual centro urbano comercial e urbano.

Poucos anos após a assinatura de capitulação de Taborda, que restaurou, com a saída das forças de Matias Bech, o domínio lusitano em terras cearenses, a história de Cascavel registra em 1660, segundo consta do relatório o de 1814 do Governador Luiz Borba Alardo de Menezes a visita catequética do grande padre Antônio Vieira, a quem se ficou devendo o aldeamento de dezenas de missões de várias tribos indígenas da região.

Na fértil região dos tabuleiros, tão propícia ao cultivo da mandioca e da cana-de-açúcar, nasce e cresce, – a meio caminho da cidade pôrto de Aracati e de Fortaleza, capital da Província, – um pequeno núcleo populacional que viria a ser, mais tarde, a importante cidade de Cascavel.

VALE A PENA CONHECER CASCAVEL

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM CASCAVEL.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório