18/09/2019 0 comentários

PONTA PORÃ

A erva-mate é uma das riquezas da região, mas a atração mais evidente é a extrema proximidade com a cidade paraguaia Pedro Juan Caballero, cuja divisa é apenas o canteiro central da Av. Internacional. Com apenas um passo, cruza-se a fronteira onde se pode encontrar produtos importados de todo o mundo. Ponta Porã é uma divisa estratégica para o Brasil e um dos grandes centros turísticos do Estado. Lá se pode observar a mistura de costumes e interessante intercâmbio culinário, lingüístico e cultural entre duas cidades de países diferentes.

A fronteira urbana com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero atrai brasileiros ávidos pela compra de produtos importados a preços acessíveis. Do outro lado da Avenida Internacional, que faz a divisa entre os dois países, lojas de rua e shoppings disputam os clientes que chegam em busca de bebidas, perfumes e eletrônicos.

As opções de lazer vão desde o turismo de compras com uma fronteira seca, onde é só atravessar a linha internacional e estamos no Paraguai (Pedro Juan Caballero), desfrutando de um comércio diversificado desde bebidas, roupas, eletrônicos etc, passando pelo Cassino Amambay com salão de jogos para que o turista possa ter um momento de alegria e descontração. O centro da cidade recebeu nova iluminação ornamental, incrementando o passeio e o lazer noturno. Ponta Porã dispõe de uma boa rede hoteleira, com capacidade de 1.189 leitos, que oferecem hospedagem de qualidade com uma rica variedade gastronômica.

Seguem ainda sugestivos passeios ecológicos e diversões que atraem turistas de todo o país e do mundo como: ricos riachos, quedas de água, muito verde, cercado de serros no lado paraguaio, onde o visitante pode optar entre uma boa pescaria ou cavalgadas turísticas por fazendas, desafiar trilhas, paredões, praticar treking e rapel.

Um passeio cultural também pode ser interessante, pois o município conta com um museu que narra a história do ciclo da Erva Mate, a Colônia Militar dos Dourados que narra a história da guerra da Tríplice Aliança, e ainda no lado paraguaio um parque ecológico que guarda vestígios de uma antiga civilização das cavernas com inscrições rúnicas na localidade de Gasory e no Parque Nacional de Cerro Corá, um local aprazível com estrutura para acampamentos, banhos de rio, passeios e visitas aos monumentos dos combatentes da Guerra Del Chaco.

Tem um aeroporto de categoria internacional, e com toda esta diversidade cultural e riqueza proporcionada pela natureza, faz da fronteira, um lugar privilegiado para receber visitantes de todos os lugares do país e do mundo.

Museu da Erva-Mate, museu que narra a história do ciclo da Erva Mate.

Colônia Militar dos Dourados, narra a história da guerra da Tríplice Aliança, e ainda no lado paraguaio um parque ecológico que guarda vestígios de uma antiga civilização das cavernas com inscrições rúnicas na localidade de Gasory.

Parque Nacional de Cerro Corá, local com estrutura para acampamentos, banhos de rio, passeios e visitas aos monumentos dos combatentes da Guerra Del Chaco.

VALE A PENA CONHECER PONTA PORÃ

VEJA HOTÉIS & POUSADAS QUE INDICAMOS PARA VOCÊ EM PONTA PORÃ.

Deixe-nos saber o que você pensa

* Campo obrigatório